Como funciona o cartão de crédito para empresas?

Ter um cartão empresarial, pode facilitar o dia a dia da gestão financeira e ainda melhorar o acompanhamento dos gastos da empresa. Se você ainda não conhece os benefícios dessa forma de pagamento, continue lendo pois vamos explicar tudo nesse artigo.

Muita gente ainda tem receio de ter um cartão de crédito para empresas, por medo de gastar mais do que pode e acabar criando dívidas. No entanto, atualmente é possível controlar os gastos do cartão pj em tempo real e utilizá-lo como uma alternativa a outras formas de pagamento.

Quando bem utilizada essa forma de crédito pode ser muito benéfica, oferecendo vantagens importantes para o negócio. Além de ser uma opção de crédito acessível para a maior parte das empresas, o cartão PJ também oferece benefícios como o parcelamento e visibilidade das contas.

Como funciona o cartão de crédito empresarial?

O cartão pj funciona de forma semelhante a um cartão de crédito para pessoa física. 

Com esse cartão é possível fazer compras  que serão somadas em uma fatura que só precisará ser paga após o seu fechamento. Assim, é possível ganhar um tempo a mais para pagar as contas.

Além disso, o cartão de crédito pj também permite o parcelamento de compras, oferecendo uma forma mais fácil das empresas adquirirem itens que não cabem no caixa da empresa.

Um ponto importante sobre o cartão empresarial, é que o pagamento da fatura do cartão deve ser feito sempre na data de vencimento. Atrasos geram multas e cobrança dos juros rotativos do cartão, que podem se tornar uma bola de neve.

Ele também conta com um limite de crédito, ou seja, um valor máximo que pode ser gasto. Esse valor pode ser negociado com o banco emissor, mas é importante que ele nunca seja maior do que a companhia é capaz de pagar.

Cartão de crédito pj digital

Nos últimos anos houve um aumento de bancos e contas digitais. E, com isso surgiu também o cartão de crédito pj digital, que pode ser um aliado ainda maior de quem empreende.

Isso porque, com um cartão pj digital é possível acompanhar todos os gastos do cartão em tempo real. No aplicativo do banco emissor você tem acesso a todos os pagamentos, além do limite e valor da fatura a cada dia.

Muitas vezes também é possível ter acesso a quanto dinheiro já está comprometido nos próximos meses. Assim é possível acompanhar também as compras parceladas.

Com todas essas informações a mão fica muito mais fácil fazer uma previsão do fluxo de caixa da empresa. Assim, você pode controlar os gastos de forma mais eficiente no seu negócio.

Outra grande vantagem de cartões pj digitais são as taxas muito mais baixas do que as opções tradicionais. Isso acontece porque um banco digital, que oferece esse tipo de cartão, não precisa arcar com a estrutura física de atendimento.

Por isso, esses bancos não têm agências e gerentes alocados para os clientes, o que reduz as despesas da instituição. Assim, os serviços oferecidos costumam ser mais baixos.

Nesse sentido, um cartão pj digital costuma ser mais barato para quem empreende. A anuidade pode ser muito menor e, em alguns casos, é possível encontrar opções sem anuidade.

As taxas de juros também podem ser mais baixas, a depender do banco emissor. Já os benefícios podem ser os mesmos de um cartão de crédito para cnpj tradicional.

Mas é sempre muito importante verificar todas essas questões antes de decidir qual cartão. E é isso que abordaremos abaixo.

Como escolher o melhor cartão PJ

Agora você já sabe como funciona e como o cartão para pessoa jurídica pode ajudar no controle financeiro do seu negócio. No entanto, escolher qual o cartão ideal para a sua empresa nem sempre é tarefa fácil.

Como dissemos acima, nos últimos anos surgiram muito mais opções de cartão com a chegada dos cartões digitais. 

Mas, justamente porque existem tantas opções é preciso se atentar a alguns pontos para tomar a melhor decisão. Veja nossas dicas abaixo:

Analise as tarifas e taxas oferecidas

O primeiro ponto na hora de escolher um cartão pj para o seu negócio é avaliar o custo. Assim como em todas as áreas, é importante estar sempre atento a quanto cada decisão pode afetar o orçamento.

Embora o cartão de crédito seja um meio de pagamento para facilitar a gestão financeira da sua empresa, ele também pode se tornar um custo desnecessário, quando mal escolhido.

Por outro lado, atualmente existem diversas opções de cartão que não geram grandes custos para a empresa.

Ao pesquisar e analisar as opções de cartão pj é importante comparar a anuidade e as taxas de juros de cada uma das opções.

Com o orçamento da companhia na mão é possível identificar quanto a sua empresa pode gastar com taxas bancárias. Veja então qual opção se encaixa melhor nesse momento. 

Verifique os benefícios

Além dos custos é importante verificar também os benefícios do cartão. Muitos cartões de crédito oferecem vantagens exclusivas para seus clientes.

Clubes de benefícios com descontos, seguros gratuitos ou com valores mais baixos, programa de pontos ou milhas são algumas dessas vantagens.

É claro que quanto mais caras as tarifas, mais benefícios. Por isso, nesse momento é fundamental levar em consideração quais benefícios serão úteis para a empresa.

Por exemplo, se o cartão oferece programa de milhas mas na sua empresa não existe a necessidade de deslocamento aéreo. Nesse caso, muito provavelmente a economia de um cartão com taxa reduzida irá valer a pena.

Avalie o limite de crédito

O cartão pj é muito mais do que um meio de pagamento que facilita a organização das contas. Ele também é uma forma de crédito muito valiosa para quem não tem um alto faturamento mensal.

No entanto, um limitador desse benefício é o limite de crédito. Ou seja, o valor máximo que a empresa pode gastar no cartão. Esse valor é definido pelo banco emissor e costuma variar de acordo com o faturamento da empresa e os investimentos que ela tem.

No entanto, é possível negociar esse valor com a instituição financeira, caso seja necessário.

Pesquise o banco

O último passo, que também é muito importante, é conhecer a reputação do banco emissor do cartão. 

Antes de tomar a decisão faça uma ampla pesquisa em sites como Google, Reclame Aqui e Redes Sociais. 

Assim você entenderá se a instituição é confiável e como funciona a Central de Atendimento ao Cliente. Também é essencial certificar-se que é um banco autorizado pelo Banco Central.

Escrever um comentário

45 − 38 =