Saiba tudo Sobre Glutamina

Glutamina

Neste texto você vai ficar sabendo o que é a glutamina, seus benefícios para a saúde e muito mais.

Assim como outros nutrientes, a glutamina é muito importe em nosso organismo. Esse aminoácido melhora significativamente o desempenho de atletas e é indispensável em órgãos em nosso corpo

O que é glutamina?

Como já falado anteriormente, a glutamina é um suplemento muito conhecido no mercado, o qual possui a função de um aminoácido não essencial, representando por volta de 61% do tecido muscular esquelético. A glutamina consegue ser produzida naturalmente pelo organismo e possui cerca de 19% de nitrogênio.

Dessa forma, é a principal maneira de transporte de nitrogênio para as células musculares.

A produção deste aminoácido como suplemento é feita a partir de um processo biotecnológico, usando matérias-primas naturais e renováveis.

É por isso que a suplementação de glutamina deve ser orientada por um profissional de nutrição. Além disso, é sempre importante seguir todas as instruções presentes no rótulo do produto.

Para certificar-se de que a glutamina é segura para si, informe o seu médico se tiver doença renal ou hepática e, principalmente, se estiver grávida. Afinal, ainda não se sabe se a ingestão de suplemento de glutamina pode prejudicar de alguma forma o feto.

Para que serve a glutamina?

Você já viu algumas funções da glutamina, certo? Mas, é fundamental entender realmente para que serve a glutamina antes de qualquer coisa. A glutamina possui diversos benefícios que serão abordados ao longo deste artigo, entretanto ela serve principalmente para pacientes pré e pós cirúrgicos, para atletas de resistência e, também, para outras patologias.

Confira a seguir os principais benefícios do suplemento de glutamina:

  • Melhora a resistência;
  • Melhora a integridade intestinal;
  • Rápida fonte de aminoácidos;
  • Melhora o sistema imunológico;
  • Possui alto valor biológico;
  • Diminui a queimação muscular.

Além de todos esses benefícios, a suplementação com glutamina em indivíduos cardíacos ou perto de cirurgias cardíacas demonstrou ser cardioprotetora, e isso foi confirmado com suplementação oral.

Sendo assim, antes de tomar suplementos de glutamina é muito importante consultar um profissional. Apesar de todos os benefícios, existem também alguns efeitos colaterais que você precisa estar atento.

Efeitos colaterais de glutamina

A seguir você vai ver alguns dos principais efeitos colaterais da glutamina. Procure uma ajuda médica se tiver:

  • Dificuldade respiratória;
  • Inchaço na língua, na garganta, nos lábios ou no rosco;
  • Dor no peito;
  • Febres e calafrios;
  • Náusea, vômito, gases;
  • Inchaço nas mãos e nos pés;
  • Dor de cabeça constante.

Esses são alguns dos possíveis efeitos colaterais da suplementação com glutamina. Não deixe de procurar ajuda médica se sentir algum deles com frequência depois que começar a tomar glutamina.

Não espere muito tempo, pois só vai fazer piorar a situação. É melhor prevenir do que remediar, certo? Então se sentir alguma coisa parecida com essas, procure um médico urgente.

Como e quanto tomar de glutamina?

Para usar o suplemento glutamina, você deve seguir as instruções escritas no rótulo da embalagem do produto que você comprou ou fazer da forma como seu médico te indicou. Além disso, o número de vezes que você ingere glutamina ao longo do dia depende diretamente do motivo pelo qual você está tomando.

Por exemplo, como tratamento da síndrome do intestino curto, é necessário tomar glutamina em torno de 6 vezes por dia até 16 semanas, ou para auxiliar na perca de peso caso você procure formas de como emagrecer a glutamina junto ao Fexadrol você com certeza conseguira atingir seu objetivo da melhor forma possível.

É claro que isso depende de cada caso, por isso que é tão importante seguir corretamente as orientações do médico.

Confira a seguir algumas formas que você pode tomar glutamina:

  • Em pó, junto com uma refeição ou lanche;
  • Com o estômago vazio 1 ou 2 horas depois de uma refeição;
  • Dissolva o pó em, no mínimo, 240 ml de um líquido, o qual pode ser água ou leite. Mexa a mistura e beba imediatamente.

Uma dica muito importante é sempre fazer exames de sangue e de urina enquanto estiver tomando glutamina para ver se não está havendo nenhuma alteração perigosa.

A glutamina pode ser apenas parte de um programa completo de tratamento que também pode incluir uma dieta especial, alimentação por sonda e fluidos intravenosos. É muito importante seguir o plano de dieta e medicação criado pelo seu médico ou conselheiro nutricional.

Glutamina ou BCAA: Qual é melhor?

Ao considerar tomar glutamina ou BCAAs, é importante considerar duas coisas. Por um lado, os estudos podem mostrar certos resultados, mas isso é geralmente para um tipo de pessoa, e nem tudo é igual para todos. E em segundo lugar, os suplementos são projetados para complementar.

Eles não serão capazes de ajudá-lo a menos que você se ajude e mantenha uma dieta balanceada e treine adequadamente. Para obter os melhores resultados de um suplemento, você precisa estar disposto a fazer o trabalho sozinho e não depender de pílulas ou pó. Dito isto, se você trabalhar duro e consistentemente colocar esforço em sua dieta e seu treinamento, BCAA e glutamina podem ser extremamente úteis para aumentar os resultados que você vê.

Suplementos são como o combustível que você coloca no seu carro. Se você não mantiver todas as partes de um carro funcionando e bater ele constantemente, colocar o combustível mais caro não será o que vai ajudar. Um balde de ferrugem com combustível premium ainda é um balde de ferrugem.

Leave a Reply